Mais Lindo Que a Lua

Série: Irmãs Lyndon #01

Autora:  Julia Quinn

Editora:  Arqueiro

Feito por Tamires Bourbon: “Não é o melhor livro da Julia Quinn, admito, mas é uma leitura gostosa e fluida.”

Resumo: Considerada “a rainha dos romances de época” pela Goodreads, Júlia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros vendidos.
Mais Lindo Que a Lua, primeiro livro primeiro livro da série Irmãs Lyndon, é uma história irresistível sobre sobre reencontro e desafios, romantismo e perseverança.
Foi amor à primeira vista. Mas Victoria Lyndon era a filha do vigário, e Robert Kemble, o elegante conde de Macclesfield. Foi o que bastou para os pais dos dois serem contra a união. Assim, quando o plano de fuga dos jovens deu errado, todos acreditaram que foi melhor assim.
Sete anos depois, quando Robert encontra Victoria por acaso, não consegue acreditar no que acontece: a garota que um dia destruiu seus sonhos ainda o deixa sem fôlego. E Victoria também logo vê que continua impossível resistir aos encantos dele. Mas como ela poderia dar uma segunda chance ao homem que lhe prometeu casamento e depois despedaçou suas esperanças?
Então, quando Robert lhe oferece um emprego um tanto incomum – ser sua amante –, Victoria não aceita, incapaz de sacrificar a dignidade, mesmo por ele. Mas Robert promete que Victoria será dele, não importa o que tenha que fazer. Depois de tantas mágoas, será que esses dois corações maltratados algum dia serão capazes de perdoar e permitir que o amor cure suas feridas?

Resenha:  Robert Kemble, conde de Macclesfield, sempre teve uma vida um tanto desregrada e nunca acreditou no amor, especialmente o amor a primeira vista. Mas foi justamente o que aconteceu com ele, ao ver uma jovem mulher  amaldiçoando sozinha perto do lago, ele soube que era a mulher perfeita para ele. Quando Victoria conheceu Robert algo dentro dela mudou, não soube explicar o que aconteceu ou como aconteceu, mas pela primeira vez na vida se viu apaixonada.

Indo de encontro as opiniões de seus pais, o casal de apaixonado começaram a planejar suas bodas e suas vidas juntos. Após dois meses de amizade, o amor dos dois só crescem e mesmo não tendo muitas coisas em comum eles sabem que um completa o outro. Quando Robert decide avisar seu pai de sua intenção de se casar com Victoria, o Marquês fica totalmente contra o matrimônio e chega a alegar que a garota só está interessada no seu dinheiro e chega a ameaçar deserdá-lo. E o pai de Victoria, o vigário da região, também não acredita nos sentimentos sinceros de Robert e alega que o rapaz só quer se aproveitar da moça e depois irá deixá-la, afinal um conde nunca se casaria com uma moça sem dote filha de um vigário pobre.

Com isso os jovens decidem fugir, mas acontecimentos impede que Victoria vá ao encontro de Robert e o rapaz desconsolado acredita nas alegações do pai e parte para Londres sozinho. Victória desconsolada pela rejeição do amado e devastada com as atitudes do pai decide partir para trabalhar como preceptora.

Assim se passam sete anos sem que o casal se reencontre, porém o destino é travesso e é justamente onde menos esperam que eles se reencontram. Robert se tornou cínico e um tremendo libertino com o passar dos anos, ele ainda não conseguiu esquecer seu grande amor e só o seu ódio por Victoria consegue preencher o vazio no seu peito. Victória também aprendeu uma amarga lição, após ter seu coração rompido em milhares de cacos ela sabe que jamais poderá se envolver com outro homem. Além disso esses sete anos só serviu para ela desprezar ainda mais a sociedade londrina.

Quando Robert reencontra Victoria a única coisa que ele quer é vingança, ele acredita que ela é uma interesseira e fará de tudo para destruir sua reputação. O que ele não contava era com a forte atração que ainda sente pela moça, sendo assim ele cria um novo plano, fazer dela sua amante. Ele só não esperava a forte reação negativa dela para com ele, de alguma forma a rejeição e a raiva que ela sempre dele acabam o desconcertando e ele começa a pensar que talvez as coisas não tenha sido do jeito que imaginou.

Será que quando a verdade vier a tona será tarde demais para que esses dois possam ficar juntos? Poderá o amor superar todas as barreiras e preconceitos para que Robert e Victoria possam então serem felizes?

Falando francamente eu achei esse livro o mais fraquinho que já li da Julia Quinn. A história é boa e os personagens são bens construídos, mas algo deixou a desejar… Faltou o humor característicos das obras da Julia, acredito que isso aconteça pelo fato do livro ser um dos primeiros escritos pela autora. Se bem que com esse livro consigo entender o porque de dizerem que as obras da Julia Quinn são como as da Jane Austen. É uma leitura boa, e de certa forma gostei do Robert, e a prima dele me fez rir bastante.

Li a sinopse do próximo livro, “Mais Quente que o Sol”, que contará a história de Eleonor Lyndon, a irmã de Victoria, e achei bem interessante. Estou ansiosa pelo próximo livro.

https://i2.wp.com/maisclube.com.br/wp-content/uploads/2018/02/mais-lindo-que-a-lua.png?fit=700%2C1006https://i2.wp.com/maisclube.com.br/wp-content/uploads/2018/02/mais-lindo-que-a-lua.png?resize=150%2C150TamiBourbonResenhasBooks,Diva dos Romances,Editora Arqueiro,Editora Parceira,julia quinn,leitura,livros,Mês de Janeiro,resenha,Romance,Romance de ÉpocaMais Lindo Que a Lua Série: Irmãs Lyndon #01 Autora:  Julia Quinn Editora:  Arqueiro Feito por Tamires Bourbon: 'Não é o melhor livro da Julia Quinn, admito, mas é uma leitura gostosa e fluida.' Resumo: Considerada 'a rainha dos romances de época' pela Goodreads, Júlia Quinn já atingiu a marca de 10 milhões de livros...Tudo sobre literatura, games, cinema e séries. O seu, o nosso, como um clube de amigos